Bruxelas antevê dificuldades para Sánchez formar Governo em Espanha

  • Lusa
  • 11 Novembro 2019

Bruxelas diz que "não será fácil para o primeiro-ministro Sánchez formar uma maioria", mas espera que Espanha consiga formar um Governo que permita "continuar a desempenhar um papel ativo na Europa".

A Comissão Europeia considerou esta segunda-feira “evidente” que não será fácil para o primeiro-ministro espanhol em funções, Pedro Sánchez, formar uma maioria parlamentar, manifestando-se, contudo, esperançada de que um Governo seja constituído “o mais rapidamente possível”.

É evidente que não será fácil para o primeiro-ministro Sánchez formar uma maioria, mas esperamos que o processo conduza a um Governo que permita a Espanha continuar a desempenhar um papel ativo na Europa e fora dela”, declarou a porta-voz do executivo comunitário, durante a conferência de imprensa diária da instituição.

O PSOE ganhou as eleições legislativas de domingo, mas sem maioria absoluta e mais fraco que anteriormente, tendo a grande descida do Cidadãos beneficiado o PP e, sobretudo, o Vox (extrema-direita) que agora tem mais do dobro dos deputados.

Na consulta eleitoral de 10 de novembro, o PSOE teve 28,0% dos votos (120 deputados), seguidos pelo PP com 20,8% (88), o Vox com 15,1% (52), o Unidas Podemos com 12,8% (35), o Cidadãos com 6,8% (10).

Perante este contexto, Mina Andreeva reconheceu que “as maiorias não são fáceis” para formar um Governo em Espanha.“Vamos seguir o processo nacional na esperança que conduza à formação de um Governo o mais rapidamente possível”, sustentou.

Questionada sobre se a ascensão da extrema-direita nas eleições legislativas de domingo causa apreensão em Bruxelas, a porta-voz esclareceu que a Comissão Europeia nunca fica preocupada quando as pessoas votam. “É a democracia”, pontuou.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bruxelas antevê dificuldades para Sánchez formar Governo em Espanha

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião