Desemprego na Zona Euro cai para mínimos de 2008. Portugal está abaixo da média

Em Portugal, o desemprego é mais expressivo entre as mulheres do que nos homens. Nos jovens até aos 25 anos, a taxa de desemprego portuguesa está acima da média.

O desemprego na Zona Euro caiu 7,5% em outubro, para o valor mais baixo desde julho de 2008. A taxa registada em Portugal manteve-se estável nos 6,5%, mas continuou abaixo da média dos países da Zona Euro, de acordo com os dados divulgados pelo Eurostat esta sexta-feira.

No entanto, a taxa de desemprego portuguesa, que é já ajustada aos efeitos de sazonalidade, fica acima da média da União Europeia (UE). A taxa comunitária estabilizou nos 6,3% desde julho, para o que é o nível mais baixo desde o início do milénio, quando o gabinete de estatísticas da UE começou a série.

Portugal situa-se assim entre as médias da UE e da Zona Euro. No topo da tabela encontra-se a Grécia, com 16,7% (embora os dados sejam referentes a agosto), e Espanha, com 14,2%, com uma taxa de desemprego que é mais do dobro da média comunitária. França e Itália são também dos Estados-membros com mais pessoas desempregadas.

Olhando para o extremo oposto, é na República Checa que há menos desemprego, apenas 2,2%. Alemanha, Holanda e Reino Unido destacam-se também entre os países com taxas mais baixas, inferiores a 4%.

Desemprego é mais expressivo entre mulheres e jovens

Separando a população portuguesa por género, é possível verificar que a taxa de desemprego entre as mulheres é mais alta. Foi de 7,2% em outubro, subindo tanto face a setembro como a outubro do ano passado. Já entre os homens, 5,9% estava desempregado em outubro, no que foi uma descida comparando com os períodos anteriores.

Esta disparidade entre os homens e as mulheres também se verifica em Espanha, onde a taxa entre os homens é de 12,3% e entre as mulheres sobe para 16,4%. Na média da UE a tendência mantém-se, apesar de serem valores mais próximos. Enquanto entre os europeus o desemprego foi de 6,1%, entre as europeias foi de 6,6%.

Já quando se analisa o desemprego jovem, abaixo dos 25 anos, as taxas de desemprego sobem. Foi de 18,3% em Portugal, o que se traduz em cerca de 70 mil jovens desempregados. A taxa encontra-se acima da média da UE e da Zona Euro, que são de 14,4% e 15,6%, respetivamente.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Desemprego na Zona Euro cai para mínimos de 2008. Portugal está abaixo da média

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião