Próximo quadro financeiro plurianual tem “alguns escolhos” no seu caminho

  • Lusa
  • 29 Novembro 2019

O ministro do Planeamento considera que a discussão do próximo quadro financeiro regista “alguns escolhos”, mas garante que o Conselho Europeu vai tentar obter um acordo sobre esta temática.

O ministro do Planeamento afirmou esta sexta-feira, em Lisboa, que a discussão do próximo quadro financeiro regista “alguns escolhos” no seu caminho, acrescentando que este é um “período único” para a Europa discutir as suas políticas e formas de financiamento.

A discussão sobre o quadro financeiro plurianual [QFP] neste momento, infelizmente, encontra-se, diria, para ser diplomático, com alguns escolhos no seu caminho”, assegurou Nelson de Souza, na sessão de abertura de um almoço de empresários, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola.

De acordo com o governante, o próximo conselho europeu, que se realiza entre 12 e 13 de dezembro, vai tentar obter um acordo sobre esta temática “que marcará o futuro da Europa nos próximos sete anos”.

Para Nelson de Souza, os próprios Estados-membros deveriam seguir “esta boa prática” de ter um orçamento plurianual, que “é suficientemente longo” para permitir a programação das finanças, prioridades e políticas.

No entanto, acrescentou, esta é também a altura da Europa “saber como financiar as suas políticas” e como “seguir o seu rumo”, daí a importância deste tempo de reflexão que requer “grande responsabilidade dos dirigentes políticos e de todos os Estados-membros”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Próximo quadro financeiro plurianual tem “alguns escolhos” no seu caminho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião