Incerteza comercial penaliza Wall Street. Investidores de olho na Fed

As bolsas norte-americanas desvalorizaram esta segunda-feira, com a incerteza comercial e a reunião da Fed a condicionar as negociações.

As bolsas norte-americanas fecharam em baixa, numa sessão em que as negociações estiveram condicionadas pela incerteza comercial, pelos receios de abrandamento económico e pela reunião de política monetária da Fed, com início previsto para terça-feira.

Neste contexto, o S&P 500 caiu 0,29%, para 3.136,78 pontos, enquanto o Dow Jones recuou 0,35% e o Nasdaq cedeu 0,37%. A Apple pressionou Wall Street com uma queda de 1,39%, para 266,93 dólares. No plano industrial, a Boeing desvalorizou 0,79%, para 351,18 dólares.

Depois de um analista da Citi Research ter revisto em baixa a recomendação sobre a Chevron, de “comprar” para “neutral”, a empresa viu os títulos recuarem 0,59%, para 117,3 dólares. Este fraco desempenho — a empresa chegou a ceder quase 1% no arranque da sessão — pôs a companhia sob a luz vermelha dos holofotes.

Os investidores evitaram transações mais arriscadas, no arranque de uma semana atarefada para os mercados. Na quarta-feira, Jerome Powell divulgará as conclusões da reunião de dois dias que começa esta terça-feira, da qual não se esperam alterações nas taxas de juro.

Mas os investidores também estão expectantes para saber se o presidente Donald Trump vai ou não suspender um pacote de tarifas sancionatórias contra a China, no valor de 156 mil milhões de dólares, que está previsto entrar em vigor na próxima semana.

Comentários ({{ total }})

Incerteza comercial penaliza Wall Street. Investidores de olho na Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião