Ana Gomes pede demissão de Carlos Costa e de Teixeira dos Santos

A antiga eurodeputada Ana Gomes escreveu um tweet onde pede a demissão de Carlos Costa e Teixeira dos Santos, após revelada a investigação do Luanda leaks por parte do Expresso.

Isabel dos Santos terá feito com que a Sonangol transferisse pelo menos 115 milhões de dólares de fundos públicos para o Dubai.

A notícia foi avançada este domingo pelo Expresso, e resulta de uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, do qual fazem parte o semanário português e a SIC.

Conta também o jornal que “a conta da Sonangol no Eurobic, banco de que Isabel dos Santos é a maior acionista, tinha 57,4 milhões de dólares a 15 de novembro 2017, dia em que a empresária foi demitida da petrolífera. No dia seguinte tinha um saldo negativo de 451 mil euros”.

No Twitter, Ana Gomes reagiu questionando: “Os Drs. Carlos Costa e Teixeira dos Santos já se demitiram? Estão à espera de quê?”. Teixeira dos Santos é o presidente do Eurobic e Carlos Costa é governador do Banco de Portugal.

Também no Twitter, a ex-eurodeputada recorda que “os documentos dos Luanda Leaks foram dados ao ICIJ pela Plataforma de Proteção de Informadores em África ou PPLAFF, um grupo de defesa sediado em Paris”.

 

Comentários ({{ total }})

Ana Gomes pede demissão de Carlos Costa e de Teixeira dos Santos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião