Marques Mendes diz que Isabel dos Santos deveria vender o Eurobic

Luís Marques Mendes disse na SIC que Isabel dos Santos “fica literalmente cercada do ponto de vista judicial e mediático”, apos a publicação da investigação Luanda leaks.

Isabel dos Santos terá feito com que a Sonangol, petrolífera para a qual tinha sido nomeada presidente pelo pai, quando este ainda era o chefe de Estado de Angola, transferisse pelo menos 115 milhões de dólares de fundos públicos para o Dubai.

A notícia é avançada pelo Expresso este domingo e resulta de uma investigações levada a cabo pelo semanário e pela SIC, e coordenada pelo Consórcio Internacional de Jornalistas (ICIJ).

É um verdadeiro tsunami que se abate sobre Isabel dos Santos. Ela fica literalmente cercada do ponto de vista judicial e mediático”, afirmou Marques Mendes no seu comentário na SIC.

Acrescenta que a filha de José Eduardo dos Santos “torna-se uma figura altamente impopular” e adivinha que “vai ser uma enorme dor de cabeça gerir estas empresas” que ela detém.

Mendes chama atenção para o caso “delicado do Eurobic, que é um banco. Um banco é uma instituição muito sensível. O mais avisado será que as autoridades portuguesas conversem com Isabel dos Santos para ela vender a sua posição”.

“Ela já tinha atrás de si as autoridades judiciais angolana; a partir de agora é natural que tenha autoridades judicias de outros países, incluindo Portugal”, conclui o comentador.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Marques Mendes diz que Isabel dos Santos deveria vender o Eurobic

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião