Surto de vírus na China volta a preocupar Wall Street

  • Lusa
  • 23 Janeiro 2020

O novo coronavírus, que causa pneumonias virais, foi detetado na China em dezembro e já provocou a morte a pelo menos 17 pessoas.

A bolsa de Nova Iorque negociava em baixa no início da sessão, acompanhando a tendência das bolsas europeias, numa altura em que aumentam as preocupações com a propagação de um novo tipo de coronavírus na China.

Às 15h13 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones descia 0,37% para 29.077,27 pontos e o tecnológico Nasdaq cedia 0,12% para 9.372,87 pontos. O índice S&P 500 também descia 0,37% para 3.309,41 pontos.

O novo coronavírus, que causa pneumonias virais, foi detetado na China em dezembro e já provocou a morte a pelo menos 17 pessoas.

Há 571 pessoas infetadas só em território chinês e foram já detetados casos no Japão, Tailândia, Taiwan, Hong Kong, Coreia do Sul, Estados Unidos e Macau.

Na quarta-feira, Wall Street terminou a sessão sem um rumo definido. O Dow Jones perdeu 0,03% e o Nasdaq subiu 0,14%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Surto de vírus na China volta a preocupar Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião