Helvetia vai pagar 780 milhões por 70% da Caser

  • ECO Seguros
  • 27 Janeiro 2020

A Helvetia vai pagar 780 milhões de euros por 70% do capital da Caser, acedendo a uma posição maioritária na companhia espanhola de seguro e resseguro. Vai manter a marca.

A aquisição pela Helvetia de 70% do capital da Caser tem o acordo dos bancos – que irão manter os restantes 30% da Caja de Seguros Reunidos – Compañia de Seguros e Reaseguros (Caser) – “irá aumentar consideravelmente a quota de mercado da Helvetia em Espanha, reforçando ainda mais o negócio não Vida e expandindo a sua capacidade de distribuição”, explica a companhia suíça em comunicado.

Com esta transação, o grupo helvético poderá beneficiar de novos canais de vendas rentáveis na distribuição bancária, aproveitando os acordos de distribuição que a Caser tem com a Ibercaja, Unicaja e Liberbank (acionistas da seguradora) e outros bancos.

A Helvetia “tem tido um desempenho muito bom nos últimos anos [em Espanha] e será agora ainda mais reforçado com esta transacção, o que também irá aumentar substancialmente a importância das nossas actividades europeias. Ambas as empresas complementam-se de forma notável, inclusive do ponto de vista cultural”. A aquisição da Caser “encaixa-se perfeitamente na estratégia da Helvetia”, afirma Philipp Gmür, CEO do Grupo Helvetia citado no documento.

A corrida ganha pela Helvetia deixa para trás outros candidatos como a Ageas, que também disputavam o controlo da companhia espanhola. Juntas, a Caser e a Helvetia serão o sétimo maior operador não Vida no mercado espanhol.

A aquisição, que a companhia suíça espera que esteja concretizada até ao final do semestre, não implica alterações nas equipas de administração do grupo espanhol de seguros e resseguros. Por outro lado, a marca Caser será mantida.

Em 2018, a Caser gerou receitas de 1.639 milhões de euros e um lucro de 87 milhões de euros, em termos GAAP locais. Cerca de 62% da receitas é atribuída ao negócio não Vida. O lucro do exercício ascendeu a 87 milhões de euros.

Por seu lado, no fecho de contas de 2018, a Helvetia aumentou o seu volume de negócios em 3,9%, em termos homólogos, para 9.073,3 milhões de francos suíços (cerca de 8 400 milhões de euros). O lucro anual rondou os 402,4 milhões de euros (431 milhões CHF), apontando uma progressão de quase 7% face ao ano anterior.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Helvetia vai pagar 780 milhões por 70% da Caser

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião