Bolsa de Lisboa sobe pelo segundo dia à boleia do grupo EDP

EDP e EDP Renováveis lideraram ganhos em Lisboa. Isto num dia de alguma acalmia nos mercados europeus em relação ao surto do coronavírus.

A bolsa portuguesa avançou esta quarta-feira pelo segundo dia, à boleia das duas cotadas do grupo EDP. Isto num dia de alguma acalmia nos mercados europeus em relação ao surto do coronavírus, que vai propagando por vários pontos do mundo. A ajudar o sentimento dos investidores esteve a temporada de resultados empresariais.

O PSI-20, o principal índice português, somou 0,31% para 5.259,35 pontos. Nove cotadas encerraram o dia em alta, com destaque para a EDP e EDP Renováveis: ganharam 1,16% e 2,24% para 4,364 euros e 11,76 euros, respetivamente. Também o BCP ajudou ao fechar em alta de 0,79% para 0,1905 euros.

“A bolsa nacional conseguiu prolongar a subida de ontem. A valorização do PSI-20 foi favorecida essencialmente por ações defensivas, como o grupo EDP”, explicam os analistas do BPI.

“Um outro título que tem demonstrado uma volatilidade superior à média é o BCP. Não obstante o maior apetite de risco demonstrado hoje pelos investidores globais e a forte subida do Banco Santander em Espanha, o BCP conseguiu apenas registar ganhos modestos”, acrescentaram.

EDP sobe

Lá por fora, apesar das preocupações com o surto de pneumonia com o coronavírus, as bolsas apresentaram ganhos. O Stoxx 600, referência para a Europa, avançou 0,49%. Em Madrid, Paris e Frankfurt valorizaram entre 0,20% e 0,70%.

“Embora os investidores se tenham mantido bastante vigilantes em relação ao surto do coronavírus, a earnings season nos dois lados do Atlântico acabou por sobressair. (…) De uma forma sucinta, o Banco Santander reportou lucros trimestrais superiores ao estimado, enquanto a farmacêutica suíça Novartis anunciou resultados aquém do previsto”, notaram os analistas do BPI.

Do outro lado do Atlântico, Wall Street também se apresenta com subidas, impulsionado pelos resultados da Boeing e Apple.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa de Lisboa sobe pelo segundo dia à boleia do grupo EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião