Crescimento dos custos de construção de habitação nova desacelera para 2,1% em 2019

  • Lusa
  • 7 Fevereiro 2020

Os preços dos materiais e de mão-de-obra registaram aumentos médios no ano passado de 0,6% e 4,5%, respetivamente, enquanto subiram 1,3% e 3,7% no ano anterior.

O índice de custos de construção de habitação nova registou em 2019 um aumento médio de 2,1%, embora inferior em 0,2 pontos percentuais (p.p.) ao observado no ano anterior, indicou esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os preços dos materiais e de mão-de-obra registaram aumentos médios no ano passado de 0,6% e 4,5%, respetivamente, enquanto subiram 1,3% e 3,7% no ano anterior, pela mesma ordem, segundo o INE. Os custos de construção de habitação nova subiram 2% em dezembro, com os preços dos materiais a aumentarem 0,6% e o custo da mão-de-obra a crescer 3,9%.

O instituto de estatística refere ainda que “em dezembro, a variação homóloga estimada do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova (ICCHN) foi 2,0%, taxa inferior em 0,3 p.p. à observada em novembro”. No mês em apreço, os preços dos materiais aumentaram 0,6%, enquanto o custo da mão-de-obra subiu 3,9% em dezembro, menos 1,1 p.p. que no mês anterior.

Em dezembro, a contribuição do preço dos materiais para o índice aumentou 0,2 p.p. para a formação da taxa de variação homóloga do índice, salienta o INE. Em termos mensais, a taxa de variação do índice de custos de construção de habitação nova caiu 0,5% em dezembro, com o preço dos materiais a registar uma subida de 0,2% e o custo da mão-de-obra a cair 0,4%.

Comentários ({{ total }})

Crescimento dos custos de construção de habitação nova desacelera para 2,1% em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião