Messi volta a superar Cristiano Ronaldo como futebolista mais bem pago do mundo

  • Lusa
  • 7 Fevereiro 2020

O avançado do FC Barcelona aufere um salário bruto de 8,3 milhões de euros por mês, face ao 4,5 milhões que Cristiano Ronaldo recebe na Juventus.

O argentino Lionel Messi volta a ser o futebolista mais bem pago do mundo, à frente ao internacional português Cristiano Ronaldo, de acordo com a classificação salarial publicada esta sexta-feira pelo jornal francês L’Équipe.

Segundo aquele diário francês, o avançado dos espanhóis do FC Barcelona aufere um salário bruto de 8,3 milhões de euros por mês, face aos 4,5 milhões que Cristiano Ronaldo recebe nos italianos da Juventus, clube que representa há duas temporadas.

Messi e Ronaldo superam o brasileiro Neymar, dos franceses do Paris Saint-German, o mais bem pago em solo gaulês com um salário a rondar os três milhões de euros, à frente do colega de equipa Kylian Mbappé, que não chega a auferir dois milhões ao final do mês.

O francês Antoine Griezmann e o uruguaio Luis Suarez, ambos com pouco menos de três milhões mensais, são os mais bem pagos do clube “blaugrana” a seguir a Messi, enquanto nos também espanhóis do Real Madrid os avançados Gareth Bale e Eden Hazard ganham 2,5 milhões.

No que diz respeito a treinadores, o argentino Diego Simeone, do Atlético de Madrid, encabeça o topo da lista dos mais bem pagos, com 3,6 milhões de euros brutos por mês, à frente do espanhol Pep Guardiola, do Manchester City (1,94 milhões), com o português José Mourinho, que chegou a meio da temporada ao Tottenham, e o alemão Jürgen Klopp, do campeão europeu Liverpool, a fecharem o pódio, ambos com 1,46 milhões.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Messi volta a superar Cristiano Ronaldo como futebolista mais bem pago do mundo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião