S&P revê em baixa crescimento económico da China para 5% em 2020

  • Lusa
  • 7 Fevereiro 2020

A epidemia de coronavírus levou a agência S&P a rever em baixa o crescimento económico da China. Prevê agora que PIB sínico aumente 5% em 2020.

A agência de rating S&P Global Ratings prevê que o surto de coronavírus registado na China reduza o ritmo de crescimento da economia para 5% em 2020, contra os 5,7% previstos anteriormente.

A S&P estima que o maior impacto do coronavírus na economia chinesa ocorra no primeiro trimestre deste ano e que o ritmo de crescimento se recupere plenamente no terceiro trimestre. A agência de rating acredita que o surto do coronavírus estará controlado em março e que as restrições impostas na China, por exemplo no transporte, se poderão levantar no segundo trimestre.

A S&P Global Ratings é mais otimista sobre a evolução da economia chinesa em 2021, já que prevê que o país cresça 6,4%, acima do crescimento de 5,6% que tinha calculado anteriormente.

A China elevou, esta sexta-feira, para 636 mortos e mais de 31 mil infetados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detetado em dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro), colocada sob quarentena.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

S&P revê em baixa crescimento económico da China para 5% em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião