S&P 500, Dow Jones e Nasdaq em máximos históricos

Os três principais índices de Wall Street fecharam a sessão em níveis recorde. Os receios em relação à epidemia de coronavírus foram aliviados por dados animadores vindos da China.

Os investidores estão otimistas quanto à contenção da epidemia de coronavírus e fizeram os três principais índices norte-americanos subirem a níveis recorde. A recuperação dos preços do petróleo puxou pelas ações do setor petrolífero, neste que foi o terceiro dia consecutivo de máximos históricos em Wall Street.

O S&P 500 somou 0,64%, para 3.379,1 pontos, acumulando um ganho de mais de 4% desde o início deste mês. O industrial Dow Jones avançou 0,95%, para 29.555,07 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq valorizou 0,88%, para 9.723,88 pontos.

Sinais vindos da China apontam para um abrandamento no número de novas infeções provocadas pela nova estirpe do vírus, que já provocou mais de 1.100 mortes. O aliviar dos receios em torno do impacto das medidas de contenção fez os preços do petróleo recuperarem nos mercados internacionais, com o WTI a ganhar 3,20% em Nova Iorque, para 51,54 dólares o barril.

Este fator acabou por impulsionar as ações das empresas do setor petrolífero, que estiveram em destaque esta quarta-feira. A perfuradora Exxon Mobil valorizou 1,22%, para 61,27 dólares, enquanto a Chevron somou 0,76%, para 112,06 dólares por ação.

Comentários ({{ total }})

S&P 500, Dow Jones e Nasdaq em máximos históricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião