Dois ex-gestores do BES ilibados da culpa da insolvência

  • ECO
  • 20 Fevereiro 2020

Pedro Mosqueira do Amaral e Ricardo Abecassis, dois antigos administradores do BES, deixaram de constar na lista de 13 culpados pela falência da instituição. Restam 11 antigos gestores.

Pedro Mosqueira do Amaral e Ricardo Abecassis foram ilibados da culpa pela falência do Banco Espírito Santos (BES). Os dois antigos administradores deixaram de constar na lista de 13 culpados pela falência da instituição, da qual fazem parte Ricardo Salgado, avança o Jornal de Negócios (acesso pago).

Em 2017, a comissão liquidatária do BES considerou que a insolvência foi culposa, apontando 13 antigos administradores como culpados. Agora, o juiz do processo de insolvência seguiu a tomada de posição do Ministério Público, que no final do ano passado decidiu “reapreciar toda a matéria” e dos liquidatários e deixou de fora Pedro Mosqueira do Amaral e Ricardo Abecassis.

Em fevereiro de 2018, recorde-se, o Ministério Público subscreveu a tese da Comissão Liquidatária do BES e aponta como responsáveis 13 nomes, nomeadamente o de Ricardo Salgado, Amílcar Morais Pires, José Manuel Espírito Santo, Manuel Fernando Espírito Santo, José Maria Ricciardi e Joaquim Goes, entre outros. Agora, dois deles saíram desta lista.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Dois ex-gestores do BES ilibados da culpa da insolvência

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião