Contribuintes declararam menos 126 milhões de faturas

  • ECO
  • 24 Fevereiro 2020

O prazo para validar faturas para o IRS termina esta terça-feira e, até ao momento, o número de faturas declaradas ao Fisco é 12% inferior ao registado em 2018.

O número de faturas declaradas ao Fisco caiu no ano passado, totalizando 958,4 milhões, revela o Diário de Notícias. Por esta altura ainda há várias faturas que não estão validadas de acordo com a categoria de despesa específica que é dedutível no IRS, um procedimento que deve ser feito até esta terça-feira.

Entre 2018 e 2019 registou-se uma quebra de 11,6% no total de faturas comunicadas à Autoridade Tributária. São menos 126,5 milhões de faturas, o que poderá significar uma poupança para os cofres do Estado.

De todas as faturas comunicadas até ao momento, 820 milhões já foram validadas pelos contribuintes, mas restam ainda muitas que terão de ser validadas pelos contribuintes de acordo com a categoria de despesa específica. A comunicação destas faturas pode valer aos contribuintes uma poupança de 2.500 euros no IRS. Caso estas faturas pendentes não sejam classificadas de outra maneira, entram para a categoria das despesas gerais familiares, em que o teto máximo de desconto fica nos 250 euros.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Contribuintes declararam menos 126 milhões de faturas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião