Regulador financeiro do Japão multa Nissan em 20 milhões

  • Lusa
  • 29 Fevereiro 2020

Regulador acusa a fabricante nipónica de não declarar adequadamente a remuneração do ex-presidente Carlos Ghosn durante vários anos.

O regulador financeiro japonês determinou que a Nissan Motor pague uma multa de 2.424 milhões de ienes (20 milhões de euros) por não declarar adequadamente a remuneração do ex-presidente Carlos Ghosn durante vários anos.

A Agência de Serviços Financeiros do Japão adotou a decisão após um pedido feito pela Comissão de Monitorização do Mercado de Valores Mobiliários em dezembro, depois de entrar com uma ação criminal contra o fabricante de automóveis e Ghosn em 2018.

A comissão alegou que Ghosn e a empresa violaram a lei dos instrumentos financeiros por alegadamente não declararem toda a remuneração do antigo dirigente entre 2010 e 2018.

O órgão regulador japonês estima que a Nissan não incluiu nos seus relatórios uma série de pagamentos acordados com Ghosn no valor de 9.100 milhões de ienes (cerca de 76 milhões de euros) que deveria receber após se reformar.

Esta punição está à margem da queixa que o regulador financeiro apresentou contra a Nissan por violar os seus regulamentos e das acusações avançadas pelo Ministério Público nipónico contra a empresa e contra Ghosn pelas alegadas irregularidades.

O caso contra o empresário complicou-se depois deste fugir do Japão para o Líbano no final de dezembro, enquanto se encontrava sob fiança e aguardava o início do julgamento, pela declaração falseada de valores correspondentes às remunerações e suposto desvio de fundos.

Ghosn, que foi detido pela primeira vez a 19 de novembro de 2018, nega todas as acusações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Regulador financeiro do Japão multa Nissan em 20 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião