Covid-19: Associação espanhola de seguro assume a sua parte dos custos

  • ECO Seguros
  • 8 Março 2020

A Unespa, associação empresarial de seguro, anunciou que o setor vai assumir a sua parte dos custos decorrentes da situação (Covid-19) em Espanha.

Afirmando o compromisso que o setor já evidenciou em outros surtos, a entidade representante das seguradoras espanholas declara, em comunicado, “a sua firme e inequívoca colaboração com as medidas [que forem tomadas pelas autoridade públicas de saúde] para controlar a propagação do coronavírus em Espanha, assumindo os custos do tratamento de potenciais pacientes infetados.

A Unespa recorda o que já aconteceu em surtos epidémicos anteriores e lista a síndrome respiratória aguda grave (SRA), em 2002/2003; a gripe aviária (vírus H5N1), em 2004/2006; ou, mais recentemente, a gripe A ou gripe suína (vírus H1N1), em 2009/2010. E, reitera a Unespa, “nesta ocasião” face ao surto de Covid-19, as seguradoras do ramo Saúde “assumirão também os custos que lhe correspondam em resultado da situação que for gerada”.

De acordo com dados atualizados e oficiais sobre a situação no final da primeira semana de março, a Espanha era o quarto país europeu com mais de 300 doentes e cinco mortos com resultado positivo de infeção Covid-19.

“Os centros privados vinculados ao quadro médico das companhias de seguros de saúde fazem parte do Sistema Nacional de Saúde. Estes centros seguem os protocolos e diretrizes estabelecidas pelas autoridades públicas”, concretiza a entidade.

A associação acrescenta que “a chegada do coronavírus à Espanha é uma questão de saúde pública nacional”. Por esta razão, os centros de saúde têm a obrigação de informar as autoridades sanitárias sobre os casos que detetarem e, a partir daí, seguir sempre as orientações estabelecidas pelas autoridades públicas”.

Por outro lado, de acordo com a Unespa, o seguro de Assistência em Viagem cobrirá os cuidados médicos recebidos pelos segurados infetados pelo coronavírus (Covid-19) durante uma viagem, “dentro dos limites estabelecidos pelo contrato. O seguro de assistência geralmente também cobre as despesas de viagem, alojamento e vida de pelo menos uma pessoa acompanhante” recorda a fonte.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Associação espanhola de seguro assume a sua parte dos custos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião