Fidelidade suspende atendimento ao público em agências

  • ECO Seguros
  • 15 Março 2020

A seguradora segue recomendações das autoridades e suspende atendimento ao público em agências e áreas de mediação mantendo o seu funcionamento à porta fechada. Telefone e mail são alternativas.

A Fidelidade decidiu encerrar o atendimento presencial em todas as suas Agências e áreas de mediação, recomendando que seja seguido o mesmo procedimento pelas mais de 420 Lojas que tem espalhadas pelo País. A decisão da seguradora acompanha “as últimas decisões da Direção-Geral de Saúde (DGS) relativas à evolução do coronavírus (COVID-19)”, afirma em comunicado.

As Agências e as Lojas Fidelidade vão continuar a sua atividade internamente, disponibilizando-se para atender os clientes por telefone ou email, até que “a situação se encontre normalizada” segundo as indicações da Direção Geral de Saúde. Em caso de ser imprescindível o atendimento presencial, o mesmo deverá ser agendado com as Agências e as Lojas em horário e data a combinar.

Os clientes da Fidelidade estão a ser informados, por todas as formas possíveis, desta alteração de funcionamento do serviço da Companhia. A companhia justifica que este encerramento temporário não prejudica em nada o nível de serviço, podendo os clientes usar de forma permanente o telefone e o e-mail para contacto.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Fidelidade suspende atendimento ao público em agências

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião