Espanhóis Atalaya La Tejita querem comprar MadeiraShopping

  • Lusa
  • 16 Março 2020

Os espanhóis da Atalaya La Tejita, controlados pelo Grupo Mazabi, querem comprar a totalidade do MadeiraShopping, localizado no Funchal.

Os espanhóis da Atalaya La Tejita, controlados pelo Grupo Mazabi, querem comprar a totalidade do MadeiraShopping, localizado no Funchal, refere um aviso publicado no site da Autoridade da Concorrência (AdC).

De acordo com o aviso publicado, a AdC foi notificada pela empresa espanhola a 9 de março. “A operação de concentração em causa consiste na aquisição, pela Atalaya La Tejita, uma sociedade controlada pelo Grupo Mazabi, do controlo exclusivo da Madeirashopping – Centro Comercial”, lê-se.

MadeiraShoppingWikimedia Commons

O centro comercial está localizado no Funchal e foi inaugurado em março de 2001. Conta com uma área de 26.600 metros quadrados, distribuídos por mais de uma centena de lojas e 1.060 lugares de estacionamento.

A Atalaya é uma empresa dedicada a atividades de investimento imobiliário e especializada no desenvolvimento e gestão de centros comerciais, controlada pelo grupo Mazabi, que integra empresas de gestão de investimentos e patrimónios imobiliários familiares. Segundo o aviso, quaisquer observações sobre a operação de concentração em causa devem ser remetidas à AdC no prazo de dez dias úteis.

(Notícia atualizada às 17h40, com a correção de que o negócio ainda não se concretizou)

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Espanhóis Atalaya La Tejita querem comprar MadeiraShopping

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião