Endesa suspende cortes de luz e gás por falta de pagamento

  • Lusa
  • 17 Março 2020

A empresa decidiu suspender os cortes de luz e gás programados devido à falta de pagamento, dadas as dificuldades que os clientes possam ter no cumprimento das obrigações.

A Endesa anunciou esta terça-feira a suspensão de todos os cortes de luz e gás programados devido à falta de pagamento, dadas as dificuldades que os clientes possam ter no cumprimento das obrigações, devido aos efeitos do coronavírus.

“Perante as dificuldades que podem surgir nos próximos dias para o pagamento normal das faturas, a Endesa decidiu suspender todos os cortes de fornecimento de luz e gás programados devido à falta de pagamento”, divulgou a empresa de distribuição de energia, em comunicado, esclarecendo também que reforçou a capacidade de resposta dos canais digitais, de forma a diminuir as deslocações dos clientes às lojas de Lisboa e Porto.

Seguindo as recomendações governamentais e da Direção-Geral da Saúde, a empresa decidiu implementar o teletrabalho, sempre que as funções desempenhadas assim o permitam. “Para a Endesa, a nossa prioridade neste momento é a proteção dos nossos colaboradores, clientes e fornecedores mantendo a sua capacidade de serviço e atendimento com o mesmo nível de qualidade prestado até agora”, garantiu a empresa, na mesma nota.

A informação sobre o seguimento de qualquer alteração nas medidas a tomar será distribuída, disse, através dos seus canais oficiais, apelando, ainda, para que os clientes desconfiem de qualquer informação que não seja transmitida através dos mesmos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Endesa suspende cortes de luz e gás por falta de pagamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião