Mais de 460 mortos e 4.500 infetados em Espanha nas últimas 24 horas

  • Lusa
  • 23 Março 2020

A região mais atingida pela covid-19 é a de Madrid, com 10.575 infetados e 1.263 mortos, seguida pela da Catalunha (5.925 e 245), a do País Basco (2.421 e 120) e a de Castela-Mancha (2.078 e 145).

Espanha registou nas últimas 24 horas 462 mortos com o novo coronavírus e um aumento de 4.517 no número de infetados, de acordo com a atualização diária feita pelas autoridades de saúde do país.

Segundo os números do Ministério da Saúde espanhol, desde o início da pandemia, o país teve um total de 33.089 casos da pandemia da Covid-19, dos quais 2.182 morreram e 3.355 já tiveram alta e são considerados como curados.

A região mais atingida pela Covid-19 é a de Madrid, com 10.575 infetados e 1.263 mortos, seguida pela da Catalunha (5.925 e 245), a do País Basco (2.421 e 120) e a de Castela-Mancha (2.078 e 145).

O Governo espanhol decidiu pedir autorização ao parlamento para prorrogar por mais 15 dias o “estado de emergência” em vigor até ao próximo sábado, comunicou o primeiro-ministro, numa videoconferência este domingo com os presidentes das comunidades autónomas do país.

A imprensa espanhola cita fontes que estão a acompanhar aquela reunião virtual para informar da intenção do executivo espanhol liderado por Pedro Sánchez.

A proposta de prolongar a “estado de emergência” não deverá ter qualquer problema em ser aprovada pelo Congresso dos Deputados (câmara baixa do parlamento espanhol), depois de todos os principais partidos de direita espanhóis, na oposição, já terem manifestado que estão ao lado do Governo na luta contra o novo coronavírus.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Mais de 460 mortos e 4.500 infetados em Espanha nas últimas 24 horas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião