Swiss Re tem exposição de 234 milhões aos Jogos Tóquio2020

  • ECO Seguros
  • 23 Março 2020

A resseguradora helvética enfrenta responsabilidades potenciais sobre uma quota de 15% do mercado de eventos programados globalmente e que arriscam ser cancelados por causa da pandemia Covid-19.

A Swiss Re Ltd tem uma exposição de cancelamento de evento estimada em 250 milhões de dólares (cerca de 234 milhões de euros) para os Jogos Olímpicos de verão de Tóquio (Tóquio2020) e enfrenta outras responsabilidades potenciais na sequência do surto do coronavírus.

O nível elevado de exposição da Swiss Re a eventos que poderão ser cancelados devido à propagação de surtos pelo novo coronavírus (doença Covid-19) foi reconhecido por John Dacey, durante a apresentação do relatório anual da companhia.

Dacey assumiu que, embora seja muito cedo para fornecer indicações de perdas relacionadas com interrupção de negócios, “a grande maioria das coberturas de propriedade e interrupção de negócios tem como detonador a existência de danos físicos”. Os cancelamentos por conta da Covid-19 não seriam ativados por danos físicos ou materiais e, por isso, “podem ter sublimites específicos que preveem coberturas modestas independentemente das perdas físicas”, esclareceu.

Quanto ao mercado japonês, a resseguradora implementou coberturas de investimento para lidar com a volatilidade do mercado. No entanto, as renovações de resseguro de abril mantêm-se sem alterações no mercado nipónico, acrescentou Dacey.

Governo japonês já admite adiamento dos Jogos Olímpicos

A decisão de adiar Tóquio2020 “poderá ser inevitável” se a pandemia do coronavírus tornar impossível organizar os Jogos Olímpicos (JO) com segurança, reconheceu, pela primeira vez, o primeiro-ministro japonês.

Perante o parlamento japonês, Shinzo Abe garantiu que o país continuava empenhado em organizar os Jogos Olímpicos nas melhores condições, mas “se isso se tornar difícil, tendo em conta em primeiro lugar os atletas”, a decisão de um adiamento “poderá ser inevitável”.

Esta posição do chefe do Governo nipónico surgiu depois de, no domingo, o Comité Olímpico Internacional (COI) ter levantado a possibilidade de adiar o evento, o que poderá acontecer depois de um período de quatro semanas que o COI precisa para tomar uma decisão com todos os seus parceiros.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Swiss Re tem exposição de 234 milhões aos Jogos Tóquio2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião