Especialistas defendem que números dos últimos dois dias podem antecipar pico do Covid-19

  • ECO
  • 31 Março 2020

As opiniões estão longe de ser unânimes, mas há especialistas que defendem, que, tendo em conta que os últimos dois dias registam aumentos mais baixos nos números de casos, o pico pode ser antecipado.

Depois de várias estimativas, a ministra da Saúde voltou, este sábado, a adiar a estimativa de pico da epidemia do Covid-19 em Portugal para final de maio. Contudo, há especialistas que defendem que os números dos últimos dois dias, que registam progressivamente aumentos mais baixos nos números de casos, podem ter antecipado o pico em previsões, avança a TSF (acesso livre).

Aqui no meu computador as previsões muitas vezes são abril e não maio, mas eu compreendo que existam outras abordagens. Contudo, mesmo nos modelos que apontam para maio se as medidas de distanciamento fizerem realmente efeito essas previsões de repente andarão possivelmente para trás“, aponta à rádio Manuel Carmo Gomes, um dos epidemiologistas que será ouvido esta terça-feira pelo Presidente da República e pelo Governo, com o intuito de avaliar a evolução da doença.

Também o presidente da Associação Nacional dos Médicos de Saúde Pública é da mesma opinião, sublinhando que projetar “a dois meses é difícil”. Nesse sentido, Ricardo Mexia assinala que “se as projeções estavam feitas com base nos números de há três dias entretanto os dados dos últimos dois dias certamente mudaram de forma relevante pois a expectativa era que os números continuassem a subir…”.

Em causa estão os números divulgados nos últimos dois dias, já que se tem verificado um aumento progressivamente mais baixo no número de novos doentes infetados com o novo coronavírus. No sábado o aumento foi de 21%, no domingo 15%, já na segunda-feira foi 7%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Especialistas defendem que números dos últimos dois dias podem antecipar pico do Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião