Lucro da Teixeira Duarte cresce. Vírus ameaça carteira de encomendas

Empresa diz que está a acompanhar desenvolvimentos da Covid-19 e a tomar medidas de prevenção, mas ainda não adianta qual o impacto esperado.

A Teixeira Duarte lucrou mais no ano passado. Foram 14 milhões de euros de resultados líquidos referentes a 2019, que representam um acréscimo de 29,5% face a 2018, segundo informações comunicadas esta sexta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Em 2019, o volume de negócios do grupo atingiu 877 milhões de euros, um ligeiro incremento de 0,4% face a 2018. Neste indicador, o bom desempenho na construção e nas concessões e serviços permitiram uma ligeira subida do valor global apurado”, explica a empresa. O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) registou um aumento de 33% face ao ano anterior, para 190 milhões de euros.

Já a dívida fixou-se em 718 milhões de euros no final de 2019, o que representa um agravamento face aos 689 milhões registados no ano anterior. A empresa sublinha, no entanto, que a aplicação da IFRS 16 aumentou a dívida em 38 milhões de euros pelo que, desconsiderando este efeito, a dívida teria registado uma diminuição de 9 milhões de euros.

Vírus ameaça à carteira de encomendas

Para 2020, o grupo contava com uma carteira de encomendas na ordem dos 1.468 milhões de euros, mas está a enfrentar o impacto do coronavírus. “As empresas do grupo Teixeira Duarte estão a acompanhar o desenvolvimento da situação de pandemia Covid-19, atuando em conformidade com as recomendações emitidas pela Organização Mundial de Saúde e pelas entidades públicas responsáveis pela área da saúde nos respetivos países em que as empresas do grupo operam”, diz.

“Neste enquadramento têm sido tomadas medidas de contingência e de prevenção, para cumprimento das orientações daquelas entidades e para mitigação e contenção do risco de saúde pública, equilibrando esse desígnio com as diligências necessárias à salvaguarda da continuidade do negócio e do impacto que o mesmo tem em todos os seus stakeholders“, acrescenta.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lucro da Teixeira Duarte cresce. Vírus ameaça carteira de encomendas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião