Alemanha já tem quase 60 mil casos curados de Covid-19

  • Lusa
  • 11 Abril 2020

Na Alemanha, quase 60 mil pessoas já recuperaram da doença Covid-19 desde a chegada do surto ao país. Começam a surgir movimentos de apelo ao uso de máscara.

Os casos de Covid-19 na Alemanha subiram 4.133 em apenas um dia, para um total de 117.658, e o número de pessoas curadas aumentou 3.300 para 57.400, segundo o Instituto Robert Koch. A entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças adianta que houve um crescimento de 171 vítimas mortais em relação ao dia anterior, para o total de 2.544.

A Baviera, maior estado federado da Alemanha, continua a registar o maior aumento e o maior número de casos do país, aumentando 747 para 31.453.

De acordo com Academia Nacional de Ciências Leopoldina, para que exista um relaxamento das medidas de contenção da pandemia no país, vai ser necessário o uso massivo de máscaras faciais de proteção. Em declarações ao Der Spiegel, publicadas na sexta-feira, um membro desta organização de referência na Alemanha sublinhou que “a máscara deve tornar-se um novo padrão social”.

Uma nova sondagem publicada este sábado indica que dois terços dos alemães estão satisfeitos com a gestão que o Governo tem feito da crise provocada pelo novo coronavírus, uma tendência que tem estado sempre a aumentar nas últimas semanas. No estudo do instituto YouGov para a agência de notícias alemã, 66% dos entrevistados classificou o trabalho da coligação liderada por Angela Merkel como positivo. Há duas semanas era 54%. A proporção de insatisfação caiu de 38 para 27%.

Coronavírus Dados Informativos

Última atualização: 2021-03-03 15:32:02

Fonte: DGS

  • Confirmados

    806.626

    +979

  • Internados

    1.827

    -170

  • Internados UCI

    415

    -31

  • Óbitos

    16.430

    +41

Bulgária impõe uso obrigatório de máscara

A Bulgária vai impor, a partir da meia-noite, o uso obrigatório de máscara em todos os espaços públicos, para evitar a propagação do Covid-19, anunciou o primeiro-ministro búlgaro, Boiko Borisov.

Falando em conferência de imprensa, Borisov assegurou que existem máscaras suficientes nas farmácias e drogarias do país. “Além disso, cada um pode costurar uma máscara e, em último caso, tapar a boca e o nariz com um cachecol”, afirmou o chefe do Governo búlgaro.

A medida entra em vigor quando se celebra uma das principais festas para os cristãos ortodoxos, o domingo de ramos e a Páscoa, com a concentração de inúmeros fiéis nos templos. As cerca de 4.000 igrejas do país mantêm-se abertas, ao contrário do que acontecerá noutros países de maioria ortodoxa da região, mas os serviços religiosos vão realizar-se ao ar livre, em frente às igrejas, com a polícia a assegurar que é respeitado o distanciamento de dois metros entre as pessoas.

A Bulgária registou até o momento 648 casos de Covid-19, com 26 mortos e 62 recuperados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Alemanha já tem quase 60 mil casos curados de Covid-19

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião