Empresa de licores da Covilhã doa álcool ao Centro Hospitalar

  • Lusa
  • 13 Abril 2020

Fábrica de licores na Covilhã coloca linha de produção exclusivamente para engarrafar e distribuir mil litros de álcool etílico sanitário ao hospital da região

A Zimbro – Licores Serrano, empresa do concelho da Covilhã, doou mil litros de álcool ao Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB) para ajudar a fazer face à covid-19, pandemia que também obrigou a empresa a suspender a atividade.

“São 1.000 litros de solução alcoólica a 70% que irão agora cobrir as necessidades deste hospital da região berço da empresa, numa altura em que a escassez deste produto representa um desafio crescente para as instituições que estão na linha da frente de combate a este vírus, em particular os hospitais”, refere em comunicado esta empresa sediada no Tortosendo, concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco.

Segundo aponta, trata-se de uma solução com graduação de 70%, que foi engarrafada em garrafas de um litro e que tem “propriedades antisséticas e desinfetantes adequadas a uso hospitalar”.

Liderada por Artur Aleixo, a Zimbro conta com mais de três décadas de atividade, mas teve de suspender a laboração depois de o mercado ter parado em consequência da pandemia, sendo que, entretanto, colocou em funcionamento uma das linhas da fábrica exclusivamente para engarrafar os mil litros de álcool etílico sanitário e assim concretizar a ajuda.

“Tivemos de parar, como muitas outras empresas, mas entendemos que agora é também tempo de colocar a vida humana e a saúde em primeiro lugar. Esta doação é o nosso contributo para esse desígnio, no qual deveremos agora centrar todos os nossos esforços. Já ultrapassámos muitos obstáculos na nossa história, este será mais um que, estou certo, iremos transpor com sucesso”, refere Artur Aleixo, no comunicado.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já provocou mais de 112 mil mortos e infetou mais de 1,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Em Portugal, segundo o balanço feito no domingo pela Direção-Geral da Saúde, registam-se 504 mortos, mais 34 do que no sábado (+7,2%), e 16.585 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 598 (+3,7%).

Dos infetados, 1.177 estão internados, 228 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 277 doentes que já recuperaram.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresa de licores da Covilhã doa álcool ao Centro Hospitalar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião