Como passar a sua empresa para remoto em 12 horas

A Claranet está a disponibilizar os serviços de workplace digital para ajudar as empresas a transitar para o remoto. Está presente em todo o processo e garante um funcionamento em pleno em 12 horas.

Face à pandemia, milhares de empresas de várias dimensões estão a transitar para o trabalho remoto. Para ajudar as empresas a fazer uma transição eficaz e rápida, para o digital, a Claranet Portugal — empresa fornecedora de soluções de cloud, segurança, workplace e tecnologia, em modelo “as a service” — está a disponibilizar os seus serviços de workplace digital do Microsoft Teams, com um conceito “chave na mão”. A empresa garante apoio em todos os passos do processo e um funcionamento em pleno em apenas 12 horas.

Este serviço da Claranet inclui apoio na integração do serviço que a Microsoft Teams disponibilizou gratuitamente durante seis meses: no licenciamento, na adoção dos serviços por e para todos os trabalhadores da empresa e, ainda, o acompanhamento continuado por parte dos especialistas da empresa, através de um canal de suporte digital.

Em 12 horas os colaboradores das empresas estão aptos a funcionar sem falhas em trabalho remoto, com uso do Microsoft Teams e com um canal e uma linha de suporte dedicados”, destaca António Maia, workplace design & adoption director da Claranet.

“É essencial garantir que o acesso à informação da organização pode ser feito a partir de qualquer local, com uma experiência utilização semelhante à que os utilizadores possuem quando estão no escritório. Numa perspetiva end-to-end de workplace remoto, é importante considerar aspetos como os devices, a conectividade, o tipo de informação, as aplicações, a segurança e, claro, o suporte”, destaca António Maia.

Em 12 horas os colaboradores das empresas estão aptos a funcionar sem falhas em trabalho remoto, com uso do Microsoft Teams e com um canal e uma linha de suporte dedicados.

António Maia

Workplace design & adoption director da Claranet

A Claranet garante que, qualquer que seja a dimensão do cliente, será capaz de montar um serviço capaz de ser utilizado por 100% dos respetivos colaboradores, a partir de qualquer lugar. Para dar apoio na adoção e suporte na utilização destas ferramentas, a Claranet fez uma parceria com a empresa portuguesa de software BindTuning.

“Numa primeira fase, partilhamos uma framework de adoção com preparação de organização, capacitação remota e recursos para self-learning. Numa segunda fase, fornecemos um suporte onde criamos um serviço a pensar no utilizador final e na garantia de uma experiência consistente, com recurso a um canal de suporte com agentes virtuais e linha telefónica, garantindo resposta rápida e consistente”, esclarece António Maia.

E este serviço poderá ainda ser uma vantagem para as PME que, na maior parte dos casos, não estavam familiarizadas com as ferramentas do trabalho remoto. “O cuidado em criar serviços para responder a qualquer pico de capacidade prova que se trata de uma oferta adequada a qualquer organização que queira continuar com os seus colaboradores em teletrabalho, ligados à sua cultura de funcionamento”, remata o especialista.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Como passar a sua empresa para remoto em 12 horas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião