Covid-19: Hospitais privados abrem portas a seguradoras e subsistemas. Multicare já aderiu

  • ECO Seguros
  • 15 Abril 2020

A Multicare, do grupo Fidelidade, estabeleceu um acordo com a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada no âmbito da pandemia covid-19. A associação está aberta a mais seguradoras e subsistemas.

A Multicare estabeleceu um acordo com a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada, para responder à situação Covid-19. “Muito embora a prática internacional exclua o risco de pandemia dos seguros de saúde, a Multicare vai continuar a apoiar os seus clientes assistidos em hospitais privados a quem seja detetada a infeção por COVID-19”, salienta a companhia.

Por seu lado, fonte da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) realça que o acordo “vem aumentar o acesso dos portugueses a uma oferta diferenciada”, satisfazendo as “necessidades dos segurados da Multicare (…)”. A APHP “está disponível para estabelecer, com outras entidades, tais como seguradoras e subsistemas de saúde, acordos similares que favoreçam o tratamento, nos hospitais privados, de doentes com COVID-19 que sejam seus clientes ou beneficiários”, esclarece a associação.

Para Oscar Gaspar, presidente da APHP, «os hospitais privados estão desde a primeira hora a participar ativamente na luta contra a COVID-19, sempre no cumprimento das orientações da DGS, e é para nós uma honra servirmos o país nesta hora difícil, seja na cooperação que o SNS entende, seja na contribuição direta para termos um sistema de saúde mais forte, diversificado e acessível».

No comunicado da seguradora, Jorge Magalhães Correia, presidente do grupo Fidelidade afirma: “Os portugueses dispõem de um bom sistema público de saúde e de um bom sistema privado de saúde, acessível a faixas alargadas da população, pelo que o esforço conjunto destes sistemas é essencial para vencer os múltiplos desafios que atualmente o país enfrenta”.

Com a assinatura deste acordo, a Multicare prossegue três objetivos:

  • Continuar a assegurar a proteção da saúde dos seus segurados;
  • Apoiar as unidades hospitalares do Serviço Nacional de Saúde (SNS), aliviando a sobrecarga sobre as mesmas ao evitar a transferência de doentes COVID-19 que não tenham sido referenciados pelo SNS e todos os atos médicos associados, contribuindo assim para que se mantenha a elevada eficiência que o SNS tem demonstrado;
  • Assegurar o contínuo apoio ao sistema privado de saúde, o qual tem dado um contributo decisivo para a melhoria dos cuidados de saúde da população portuguesa e cuja estrutura hospitalar será absolutamente decisiva para a fase de recuperação dos tratamentos que ficaram adiados pela pandemia COVID-19.

A prevenção e o bem-estar da população no contexto que atualmente se vive são compromissos reafirmados pela seguradora. Nesse sentido, a Multicare “tem vindo a proporcionar àqueles que mais precisam de cuidados de saúde específicos soluções adequadas e personalizadas, como as consultas de medicina online, o avaliador de sintomas e a possibilidade de realizar os testes de despiste ao COVID-19 na Rede de Prestadores Multicare, sem necessidade de despender qualquer valor”, nota a entidade.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Covid-19: Hospitais privados abrem portas a seguradoras e subsistemas. Multicare já aderiu

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião