Rede de Emergência do Banco Alimentar recebeu mais de 12 mil pedidos

  • ECO
  • 30 Abril 2020

Isabel Jonet adianta que os pedidos de ajuda ao Banco Alimentar dispararam no último mês. Só o formulário online da Rede de Emergência Alimentar já recebeu 12.060 novos pedidos de ajuda.

Os pedidos de ajuda ao Banco Alimentar dispararam no último mês, face à crise provada pela pandemia de Covid-19. Só para a Rede de Emergência Alimentar já chegaram 12.060 novos pedidos de ajuda, aponta Isabel Jonet, ao podcast “A Beleza das Pequenas Coisas” do Expresso.

Segundo Isabel Jonet, desta instituição de caridade saem cerca de 40 toneladas de alimentos, mas está a tornar-se complicado responder a todos os pedidos. O formulário online da Rede de Emergência Alimentar — criada para fazer face a esta crise em articulação com outras instituições de solidariedade, juntas de freguesia e autarquias –, chegaram até agora 12.060 novos pedidos de ajuda.

Esta onda de crise criou inesperados novos pobres“, afirma a presidente do Banco Alimentar, acrescentando que a crise não escolhe classes profissionais. “São os profissionais das artes, do turismo, dos ginásios, empresários, e demais trabalhadores precários e da economia informal que, de uma forma súbita e imprevista, ficaram sem sustento”, aponta Isabel Jonet, acrescentando que “o recomeçar vai ser difícil”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rede de Emergência do Banco Alimentar recebeu mais de 12 mil pedidos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião