PayPal impulsiona Wall Street. Nasdaq já ganha em 2020

A expectativa de mais lucros do PayPal levou a um salto nas ações e no índice tecnológico, o Nasdaq, o qual já está positivo no conjunto do ano.

Wall Street fechou esta quinta-feira em alta com destaque para o setor tecnológico e financeiro que foram impulsionados pelo PayPal. Os investidores parecem mais focados nas notícias positivas, nomeadamente o crescimento das exportações na China, do que nos dados negativos, como os mais de três milhões de norte-americanos que pediram o subsídio de desemprego na semana passada.

O índice de referência S&P 500 ganhou 1,15% para 2.881,19 pontos, enquanto o industrial Dow Jones valorizou 0,89% para 23.875,89 pontos. Mas o destaque vai para o tecnológico Nasdaq que somou 1,41% para 8.979,66 pontos e apagou as perdas deste ano provocadas pela pandemia. Em março, quando as bolsas afundaram, o índice chegou a estar a perder mais de 20%.

Uma das cotadas que esteve em alta foi o PayPal que, apesar de ter tido uma redução dos lucros no primeiro trimestre, sinalizou que irá ter uma forte recuperação no volume de pagamentos no segundo trimestre uma vez que o distanciamento social e o dever de confinamento deverão impulsionar as compras online onde o Paypal é mais usado. As ações da empresa subiram mais de 14%.

Além do PayPal, também cotadas como a ViacomCBS (+10%) e a Lyft (+22%) subiram significativamente após terem divulgado os resultados do primeiro trimestre. As grandes cotadas tecnológicas como a Apple, a Microsoft, e a Amazon também subiram assim como o Facebook e a Alphabet. Estas são cotadas que registam ganhos desde o início do ano, tendo ultrapassado as perdas da pandemia, para já.

Os mercados bolsistas têm recuperado de forma acentuada desde o final de março, após as fortes perdas provocadas pelo início da pandemia. Os analistas acreditam que têm sido os estímulos monetários sem precedentes e o apoio orçamental a sustentar a subida dos títulos nos EUA.

Correta ou incorretamente, o mercado está muito mais focado em como vão ser os dados económicos daqui a dois meses do que em como são os dados agora“, considera o analista do U.S. Bank Wealth Management, Eric Freedman, à Reuters. Neste momento, os investidores parecem estar otimistas com o levantamento de algumas restrições em vários estados norte-americanos e o gradual desconfinamento. Além disso, a notícia de que as exportações chineses subiram em abril, ao contrário do esperado, também impulsionou os índices bolsistas.

Contudo, os dados económicos continuam a mostrar a dimensão do impacto económico da pandemia com mais três milhões de norte-americanos a irem para o desemprego na semana passada. Os números oficiais do mercado de trabalho dos EUA do conjunto do mês de abril vão ser divulgados esta sexta-feira.

À semelhança da Pfizer no início desta semana, também a farmacêutica Moderna acelerou os seus planos a vacina experimentar para o coronavírus, cujos testes deverão começar no início deste verão. As ações da cotada subiram mais de 10%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PayPal impulsiona Wall Street. Nasdaq já ganha em 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião