Casos de Covid-19 sobem 0,77%. Já morreram 1.263 pessoas

As autoridades de saúde identificaram 228 novas infeções pelo novo coronavírus no país, que contabiliza um total de 29.660 casos. Morreram 1.263 pessoas devido ao Covid-19 no último dia.

Portugal registou 228 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas. É uma subida de 0,77% face ao dia anterior, com o total de pessoas infetadas a aumentar para 29.660. Morreram mais 16 pessoas devido ao Covid-19, elevando para 1.263 o número total de vítimas mortais, de acordo com o último balanço oficial da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Os dados revelados esta quarta-feira mostram ainda que houve 6.452 pessoas já recuperaram do Covid-19 em Portugal, sendo que 21 recuperações foram reportadas nas últimas 24 horas.

Já os internamentos hospitalares retomaram as quedas. De acordo com a DGS, há agora 629 pessoas internadas, menos 20 face a ontem. Já o número de internados em unidades de cuidados intensivos caiu abaixo da fasquia dos 100. Existem 93 pessoas nessa situação, menos oito.

Consulte o boletim epidemiológico desta quarta-feira aqui:

O Norte, que tem sido a região mais castigada desde o início da crise de saúde pública, contabiliza 16.488 casos confirmados e 713 mortes. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo e a região Centro com 8.688 e 3.655 casos de contágio, respetivamente. Em termos de mortes, o balanço é de 289 e 236, respetivamente.

No que respeita às suspeitas de contágios, foi ultrapassada a barreira dos 300 mil. Desde 1 de janeiro, as autoridades de saúde já registaram 301.225 casos suspeitos de Covid-19, sendo que 269.160 casos não se confirmaram. Um total de 2.405 pessoas aguardam resultados laboratoriais e 25.281 pessoas estão sob vigilância das autoridades de saúde, por terem estado em contacto com pessoas infetadas.

“Ênfase na desinfeção de superfícies mantém-se”

Uma das questões colocadas a Graça Freitas durante a conferência de imprensa desta quarta-feira prendeu-se com as orientações da DGS hoje publicadas para prevenir os contágios nos transportes públicos à luz da indicação pela Organização Mundial de Saúde (OMS) de que a transmissão do novo coronavírus através das superfícies poderá não ser tão intensa como era pensado.

Graça Freitas, diretora geral da DGS, diz que, apesar da indicação da OMS “não temos a certeza absoluta disso” e a DGS continua a “por muita ênfase na desinfeção das superfícies”. “Até haver evidência científica mais sólida, as superfícies e objetos podem indiretamente ser considerados como potenciais fonte de transmissão da doença e temos que manter medidas de higiene”, concluiu assim a esse propósito.

Concursos para a vacina da gripe em andamento

António Sales, secretário de Estado da Saúde, foi ainda confrontado com as declarações da ministra da Saúde na manhã desta quarta-feira no Parlamento, que reforçou a aposta na vacina contra a gripe. Para além de secundar as declarações de Marta Temido, António Sales, salientou que a vacina da vacina da gripe “é uma matéria muito importante para que possamos sempre prever um eventual cruzamento de duas epidemias em paralelo no princípio do próximo inverno [a do covid-19 e a da gripe], e para a qual diz: “estamos atentos”.

António Sales esclareceu que neste momento se “estão a tratar dos procedimentos contratuais” com vista à aquisição da vacinas, acrescentando que estes “já estão em curso” e lembrando que em Portugal “a taxa de cobertura da gripe sazonal é superior a 70%”. “Essa preocupação tem que obviamente percorrer os respetivos procedimentos concursais que já se iniciaram”, concluiu a esse propósito.

(Notícia atualizada às 14h20)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Casos de Covid-19 sobem 0,77%. Já morreram 1.263 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião