Casos de coronavírus sobem 0,5%. Já morreram 1.330 pessoas

  • ECO
  • 25 Maio 2020

O número de casos registados de coronavírus aumentou 0,5% para um total de 30.788. Até ao momento já se registam 17.822 casos de pessoas recuperadas. 

O número de pessoas infetadas com coronavírus está atualmente nos 30.788, tendo aumentado 0,5% face a este domingo. De acordo com os dados da Direção-Geral de Saúde (DGS), a doença já provocou a morte de 1.330 pessoas no país, 14 das quais nas últimas 24 horas. Até ao momento já se registam 17.822 casos de pessoas recuperadas.

Do número total de infetados, a maioria está a fazer o tratamento em casa, sendo que apenas 531 estão internados, dos quais 72 nos cuidados intensivos. Há 1.899 pessoas a aguardar resultados laboratoriais e mais de 26 mil sob vigilância das autoridades de saúde.

Desde que apareceu em Portugal, no início de março, o coronavírus já provocou a morte de 1.330 pessoas, 14 das quais nas últimas 24 horas. Já quanto ao número de recuperados, este está nos 17.822, uma vez a partir deste domingo passaram a incluir-se os dados registados na plataforma Trace Covid.

O Norte continua a ser a região mais afetada por este vírus, com 16.699 casos de infeção e 744 mortes. Atrás aparece a região de Lisboa e Vale do Tejo (9.567 casos e 322 mortes), o Centro (3.683 casos e 233 mortes), o Algarve (361 casos e 15 mortes) e o Alentejo (253 casos e uma morte).

Nas ilhas, os Açores registam 135 casos e 15 falecimentos, enquanto a Madeira tem 90 pessoas infetadas, sem nenhuma morte registada. Estes são números que se mantêm inalterados há alguns dias. “Só conseguimos contabilizar o que os médicos inserem na plataforma de vigilância”, explicou a diretora-geral de Saúde, na conferência de imprensa diária. Graça Freitas disse que a DGS está a trabalhar com ambas as regiões autónomas “no sentido de o reporte ser feito a tempo de ser incluído no boletim”.

Numa análise por concelhos, Lisboa regista o maior número de casos (2.182, à frente de Vila Nova de Gaia (1.552), Porto (1.347), Matosinhos (1.269), Braga (1.209) e Gondomar (1.077).

“Desconfinar não é descontrair”, alerta secretário de Estado da Saúde

Desde 1 de março, Portugal já realizou mais de 745.000 testes de rastreio ao coronavírus e, entre 1 e 23 de maio foi feita uma média de 13.700 testes por dia, disse o secretário de Estado da Saúde, na conferência de imprensa diária. Atualmente há 87 laboratórios a fazer o rastreio da doença.

António Sales aproveitou para deixar uma mensagem aos portugueses, afirmando que “desconfinar não é descontrair” e que “normalizar não é desresponsabilizar”. “Temos o dever cívico de nos protegermos a nós e aos outros. A nossa saúde continua a depender de todos”, sublinhou.

(Notícia atualizada às 13h37 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Casos de coronavírus sobem 0,5%. Já morreram 1.330 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião