José Avillez encerra de vez seis dos 20 restaurantes

  • ECO
  • 3 Junho 2020

O chef José Avillez vai reabrir o Belcanto a 1 de julho, mas seis dos 20 restaurantes que tinha antes da pandemia já não vão voltar a receber clientes: foram permanentemente encerrados.

Seis dos 20 restaurantes de José Avillez já não voltam a abrir portas, depois de o chef português ter anunciado em março a decisão de “fechar tudo” por causa da pandemia. Entre os estabelecimentos que vão ficar permanentemente encerrados está o Café Lisboa (Chiado), o Mini Bar (Porto), avançou o Público (acesso condicionado).

O jornal recorda que, já em março, na altura do confinamento, José Avillez avisava que o encerramento de restaurantes por causa do Covid-19 poderia acarretar “consequências imprevisíveis”. Ficarão também fechados a Cantina Peruana, a Casa dos Prazeres, o Rei da China e o Beco – Cabaret Gourmet.

No sentido inverso, também há notícias positivas para o empresário. Está já marcado para 1 de julho o regresso do Belcanto, que foi considerado um dos melhores restaurantes do mundo, como lembra o Público. Além disso, esta semana, depois de três meses encerrado, José Avillez voltou a receber clientes no Bairro do Avillez, que recebe agora, também, a Pizzaria Lisboa no primeiro andar e, em breve, o Mini Bar Lisboeta.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

José Avillez encerra de vez seis dos 20 restaurantes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião