Negócios na indústria caem 33,1% em abril

  • Lusa
  • 8 Junho 2020

Depois da queda de 9% em março, os negócios na indústria caíram 33,1% em abril, diz o INE.

Os negócios na indústria caíram 33,1% em abril, face à descida homóloga de 9% em março, empurrados pela queda de 64,7% nos bens de investimento, revelou hoje o Instituto Nacional e Estatística (INE).

A redução do volume de negócios na indústria foi particularmente pronunciada no agrupamento de bens de investimento, que registou uma descida 64,7%, após uma queda 26% em março, nomeadamente no fabrico de veículos automóveis, reboques, semireboques e componentes para veículos automóveis.

A energia e os bens de consumo registaram em abril quedas homólogas de 33,4% e 27,3%, acima das descidas de 9,2% e 3,4% no mês anterior, respetivamente.

Os bens intermédios acentuaram a redução homóloga ao caírem 21,7%.

Os índices relativos ao mercado nacional e ao mercado externo diminuíram 26,4% e 42,5%, agravando as reduções de 5,6% e 13,5% de março, respetivamente.

As vendas na indústria tiveram uma queda mensal de 27,4% em abril (-1,3% em igual mês de 2019).

O emprego e as remunerações diminuíram 2,8% e 6,1%, respetivamente (variações de -1,1% e +3,2% em março, pela mesma ordem).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Negócios na indústria caem 33,1% em abril

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião