13 anos é a idade mínima para usar app de “contact tracing”

Os utilizadores que pretendam instalar e usar a aplicação STAYAWAY COVID têm de ter mais de 13 anos. É uma condição prevista nos termos e condições do aplicativo.

A aplicação portuguesa de contact tracing à Covid-19 estará vedada a “utilizadores com idade inferior a 13 anos”. Esta é uma das condições de acesso e utilização patentes nos termos e condições da STAYAWAY COVID, aplicativo esse que deverá ser disponibilizado de forma voluntária aos portugueses “em meados de julho”.

A razão será meramente jurídica, uma vez que é a partir dos 13 anos que a lei prevê que as crianças possam dar consentimento em relação a aplicações ou a sites. Por exemplo, é também a idade mínima para que as crianças possam ter conta no Facebook, Instagram ou noutras redes sociais.

“A aplicação é de acesso público e gratuito. Não se destina a utilizadores com idade inferior a 13 anos. A participação e utilização da aplicação são voluntárias, permitindo aos utilizadores deixar de a utilizar em qualquer momento, com base numa decisão autónoma e unilateral. Ao instalar a aplicação, o utilizador declara ter entendido e aceitado as condições seguintes e a informação legal relacionada com a aplicação. Se o utilizador não concordar com estas condições, então não deverá utilizar a aplicação”, lê-se no documento com os termos e condições.

Como noticiou o ECO, a aplicação não exige — nem permite — que se crie uma conta. Ao instalar, está pronta a ser usada. No entanto, o utilizador tem de aceitar estes termos e condições e a política de privacidade.

Sistema será descontinuado quando for declarado o fim da pandemia

Outra novidade é a de que o INESC TEC está preparado para pôr fim à app STAYAWAY COVID quando o surto acabar. “Todo o sistema será descontinuado quando for declarado em Portugal o fim da pandemia”, referem ambos os documentos.

No plano dos dados pessoais, está previsto que “o titular dos dados pessoais” possa “exercer os seus direitos bem como solicitar qualquer informação respeitante ao tratamento dos seus dados pessoais mediante solicitação escrita dirigida ao responsável pelo tratamento ou ao respetivo encarregado de proteção de dados”. Os emails são disponibilizados pelo INESC TEC na política de privacidade da aplicação.

A desinstalação da aplicação deverá levar à remoção de todos os dados gravados localmente no telemóvel. Por exemplo, um utilizador que seja notificado por ter estado em contacto com um doente com Covid-19 passará a ver um ecrã amarelo com o aviso sobre a existência desse mesmo contacto. Se desinstalar e voltar a instalar o aplicativo, deverá passar a ver novamente o ecrã principal a verde.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

13 anos é a idade mínima para usar app de “contact tracing”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião