Nas notícias lá fora: Lagarde, Wirecard e baterias

  • ECO
  • 9 Julho 2020

Falta de confiança de Lagarde num acordo para o Fundo de Recuperação já na próxima semana, investigação por fraude nos EUA à Wirecard e limite à publicidade a casas de apostas em Espanha em destaque.

Christine Lagarde dá uma entrevista em que considera ser difícil que os países cheguem a um acordo sobre o Fundo de Recuperação europeu já na reunião da próxima semana, antecipando que tal só possa acontecer mais para o final de julho. A Wirecard volta à ribalta com mais uma polémica, desta vez nos EUA, onde está a ser investigada pelo Departamento de Justiça por fraude. Já na vizinha Espanha, o Governo preparara-se para restringir a publicidade de casas de apostas. Esta e outras notícias fazem manchete na imprensa internacional.

Financial Times

Lagarde não acredita em acordo para o Fundo de Recuperação já na próxima semana

Christine Lagarde, considera que a proposta da Comissão Europeia para a criação de um Fundo de Recuperação de 750 milhões de euros representa um “game-changer” no combate aos efeitos da pandemia na Europa. Diz que tal será ainda mais relevante caso uma boa parte desse valor for distribuído a fundo perdido e não sob a forma de empréstimos, porque “estabelecerá um grau de unidade e solidariedade” para beneficiar os países mais frágeis. Lagarde não está, contudo, muito confiante que seja possível estabelecer um acordo já na reunião da próxima semana, preferindo apostar mais para o final de julho. E assume que a divergência “é um risco” relativamente à chegada ou não de um acordo.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso pago/conteúdo em inglês)

The Wall Street Journal

Wirecard investigada por fraude nos EUA

Depois das autoridades alemãs, a Wirecard, a startup que entrou em insolvência depois de ter desaparecido dois mil milhões de euros das suas contas, está a ser investigada do outro lado do Atlântico. O Departamento de Justiça dos EUA está a analisar se a empresa de pagamentos teve, ou não, um papel relevante numa fraude bancária no valor de 100 milhões de dólares ligada a um marketplace de marijuana.

Leia a notícia completa no The Wall Street Journal (conteúdo em inglês/acesso pago)

Bloomberg

Baterias de lítio vão ficar muito mais baratas

As baterias de lítio estão em todo o lado. Desde os smartphones até aos veículos elétricos que muitos já conduzem no dia-a-dia, mas o seu desenvolvimento continua. Procuram-se formas de lhes dar cada vez maior capacidade de armazenamento, mas também há quem tenha a solução para reduzir os custos da sua produção. Hideaki Horie, que trabalhou durante anos para a Nissan, fundou a APB, empresa com a qual promete revolucionar o método de produção destas baterias, reduzindo em até 90% o custo ao mesmo tempo que aumenta a segurança destes equipamentos.

Leia a notícia completa na Bloomberg (conteúdo em inglês/acesso condicionado)

El Economista

Mobile World Congress regressa em 2021. Evento será presencial

O Mobile World Congress foi uma das primeiras vítimas da pandemia. Com o novo coronavírus a ganhar lastro, aquela que é a maior feira de tecnologia do mundo, acabou por ser cancelada, mas vai voltar em 2021 de forma presencial. O presidente da GSMA, a entidade organizadora do evento, garante que haverá portas abertas para receber os visitantes, mas existirá também uma plataforma digital para acompanhar todas as novidades do mundo da tecnologia. John Hoffman revela que a taxa de ocupação está já em 80%, estando assegurada a presença de 75% das operadoras para uma edição que terá como lema o “Connected impact”.

Leia a notícia completa no El Economista (conteúdo em espanhol/acesso livre)

Cinco Días

Espanha vai proibir publicidade a casas de apostas no futebol

O Governo espanhol pretende apertar a malha na publicidade às casas de apostas de futebol. Está a ultimar um decreto que regulamentará a publicidade do jogo online, sendo uma das principais novidades a redução do horário em que é permitida a publicidade por casas de apostas que na televisão, rádio e vídeo (como o Youtube) apenas passará a ser possível entre a uma e as cinco da manhã. O Ministério do Consumo pretende ainda restringir a publicidade desportiva a casas de apostas no equipamento de jogadores e desportivos.

Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre/ conteúdo em inglês)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Lagarde, Wirecard e baterias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião