Volatilidade em Wall Street com subida nos contágios e sinais promissores na busca por uma vacina

Principais índices bolsistas dos EUA iniciaram a semana entre ganhos e perdas, com a evolução dos contágios a levar vários estados a colocar um travão na reabertura das economias.

As ações norte-americanas arrancaram divididas entre ganhos e perdas ligeiras, com os investidores esperançosos face aos progressos obtidos rumo à obtenção de uma vacina contra o novo coronavírus mas ao mesmo tempo a acusarem os receios face ao elevado número de contágios nos EUA.

Na abertura, o S&P 500 somava 0,02%, para os 3.225,41 pontos, enquanto o Nasdaq valorizava 0,24%, para os 10.528,14 pontos. Em contraciclo, seguia o Dow Jones, com um deslize de 0,11%, para os 26.641,36 pontos.

Wall Street revela assim estar sobre forte volatilidade perante a evolução desfavorável no número de contágios por coronavírus, que está a levar vários estados a colocarem um travão nos planos de desconfinamento, enquanto está previsto que esta semana o Congresso debata um novo pacote de ajuda financeira.

A impedir um desempenho mais negativo dos principais índices norte-americanos estão os progressos obtidos na busca por uma vacina que permita combater o novo coronavírus. A empresa de biotecnologia alemã BioNTech e a farmacêutica norte-americana Pfizer relataram dados adicionais de sua vacina experimental contra o coronavírus que mostraram que a vacina era segura e induziu uma resposta imune por parte dos pacientes.

Além disso, foram publicados os resultados da vacina que está a ser desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca. O paper publicado na revista científica Lancet mostra que os voluntários vacinados produziram uma resposta imunitária sem efeitos secundários, outro sinal promissor na “corrida” à vacina para a Covid-19.

A nível empresarial, destaque para as ações da Halliburton que valorizam 6%, depois de a petrolífera ter reportado um lucro ajustado que superou o previsto e que foi apoiado por um corte abrupto nos custos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Volatilidade em Wall Street com subida nos contágios e sinais promissores na busca por uma vacina

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião