CGD muda cara das agências. Quer ser mais tech

  • ECO
  • 24 Julho 2020

Banco público inaugurou esta sexta-feira um novo modelo de agência. Terá uma nova imagem e organização, reforçando-se a proximidade com clientes e a aposta na tecnologia.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) inaugurou esta sexta-feira o novo modelo de agência, com uma nova imagem e organização, apostando na proximidade com os clientes e na tecnologia.

“A Caixa sempre colocou os interesses dos seus clientes e depositantes em primeiro lugar. A nova agência traduz num espaço físico esse nosso posicionamento, com maior abertura, com menores obstáculos visuais e com os nossos trabalhadores disponíveis para os servir de uma forma rápida e ágil”, referiu o presidente executivo do banco, Paulo Macedo, na cerimónia de inauguração do modelo de balcão, que decorreu em Mangualde, Viseu, e que contou com a presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

Segundo o banco, o novo modelo de atendimento da CGD, que será extensível a toda a sua rede de agências, “resulta da necessidade de intensificação da relação com os clientes, reforçando a proximidade e o desenvolvimento de um modelo de equipas polivalentes”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGD muda cara das agências. Quer ser mais tech

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião