Quanto é que ganha o governador do Banco de Portugal?

Mário Centeno recebia quase 7.000 euros por mês como ministro das Finanças e passou a receber substancialmente mais com a mudança para o supervisor. Quanto? Veja a resposta neste "Sabia que...".

Carlos Costa acabou de ceder o lugar de governador do Banco de Portugal a Mário Centeno, depois de dez anos à frente do influente supervisor da banca. Se tudo correr dentro da normalidade, o ex-ministro das Finanças estará à frente dos destinos do Banco de Portugal nos próximos cinco anos. Mas quanto é que vai ganhar?

De acordo com o artigo 40.º da Lei Orgânica do Banco de Portugal, os membros do conselho de administração “têm direito à retribuição que for estabelecida anualmente por uma comissão de vencimentos composta pelo ministro das Finanças ou um seu representante, que preside, pelo presidente do conselho de auditoria e por um antigo governador, designado para o efeito pelo conselho consultivo, não podendo a retribuição integrar qualquer componente variável”.

Para 2020 ficou estabelecida uma remuneração mensal de 16.962,82 euros para o governador do Banco de Portugal, o mesmo valor que se pratica desde 2017, após a eliminação dos cortes que vigoraram durante o período da crise.

Tomada de posse do novo Governador do Banco de Portugal, Mário Centeno - 20JUL20
Mário Centeno cumprimenta Carlos Costa no dia da tomada de posse como governador do Banco de Portugal.Hugo Amaral/ECO 20 julho, 2020

Será este o salário mensal de Mário Centeno enquanto governador, o que representa uma melhoria substancial face ao que recebia enquanto ministro das Finanças. Contas feitas, são mais 10 mil euros por mês face ao anterior cargo.

Isto porque a remuneração de um ministro do Governo português ronda os 4.959,71 euros (65% do vencimento do Presidente da República, como diz a lei), valor ao qual ainda acresce um abono mensal para despesas de representação correspondente 40% do respetivo vencimento, ou seja, mais 1.983,89 euros. No final de cada mês, um ministro (incluindo o das Finanças) aufere um salário mensal de 6.943,60 euros.

Quanto ganha o governador, vice e administradores do BdP?

Fonte: Banco de Portugal

O vice-governador do Banco de Portugal — cargo ocupado por Luís Máximo dos Santos — aufere uma remuneração mensal um pouco abaixo daquela que é auferida pelo governador: 15.868,90 euros por mês. Já um administrador tem um salário mensal de 14.810,98 euros.

É o mesmo nível salarial que se verificava em 2010 e abaixo do que se praticou entre 2006 e 2009, em que o governador (na altura, Vítor Constâncio) recebeu mensalmente 17.817,70 euros, enquanto o vice-governador e demais membros do conselho de administração tinham salários de 16.704,10 euros e 15.590,50 euros, respetivamente.

Quanto custa fazer uma máscara? Quanto gasta cada família com as telecomunicações? Quanto cobra uma imobiliária para vender a casa? Ou qual a profissão mais bem paga do país? Durante todo o mês de agosto, e todos os dias, o ECO dá-lhe a resposta a esta e muitas outras questões num “Sabia que…”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Quanto é que ganha o governador do Banco de Portugal?

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião