Redação e estúdios da TVI em Queluz de Baixo à venda. Edifício avaliado em 13,9 milhões

O imóvel foi vendido e arrendado pela própria Media Capital em 2004, e agora está à venda. Faz parte de uma carteira com mais de uma centena de imóveis colocada à venda pela Parvalorem.

A redação e os estúdios da TVI, em Queluz de Baixo, estão à venda desde julho, sabe o ECO. O edifício onde está instalada a maior parte dos trabalhadores da Media Capital é propriedade de um fundo de investimento e está avaliado em 13,9 milhões de euros. Faz parte de uma carteira de 109 imóveis que foi colocada à venda pela Parvalorem, sociedade criada para gerir os créditos tóxicos do antigo Banco Português de Negócios (BPN).

No número 40 da Rua Mário Castelhano, em Queluz de Baixo, concelho de Oeiras, estão a redação e os estúdios da TVI. O edifício onde estão estas instalações foi comprado em 2004 pelo fundo Imonegócios e está à venda desde julho passado.

Ao que o ECO apurou, o edifício com 8.346 metros quadrados tem a categoria de core plus, ou seja, precisa de algumas melhorias, mas continua a ser atrativo pelos rendimentos que é capaz de oferecer aos investidores. Pode oferecer uma yield de 7,2%.

Mas o imóvel em questão não foi posto no mercado sozinho. Faz parte uma carteira de 109 imóveis que a Parvalorem colocou à venda no mês passado, avaliada em 265 milhões de euros. Chamado “Projeto Miraflores”, este portefólio contempla imóveis pertencentes a três fundos de investimento e ainda a respetiva sociedade gestora, a Imofundos.

O objetivo da Parvalorem passa por vender toda a carteira a um só investidor, mas não seria a primeira vez se alguns imóveis acabassem por ser vendidos em separado. Ainda assim, uma fonte do mercado imobiliário explicou ao ECO que este portefólio deverá chamar a atenção de um fundo de private equity, que o pode vender posteriormente a retalho (em separado).

De acordo com a informação do fundo, consultada no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o edifício foi comprado em fevereiro de 2004 por 13,9 milhões de euros. Ao ECO, fonte oficial da Media Capital adiantou que o imóvel em questão foi vendido nesse ano pela própria Media Capital “a uma participada do BPN”, permanecendo desde então como arrendatária — uma operação de sale and leaseback.

O ECO questionou a Parvalorem sobre esta operação, mas não obteve resposta a tempo de publicação deste artigo. Do lado da Media Capital, fonte oficial do grupo diz saber que “corre no mercado que as instalações estão à venda”, contudo, afirma não ter detalhes sobre a operação. E acrescenta que não há interesse por parte da Media Capital em ficar com o edifício.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Redação e estúdios da TVI em Queluz de Baixo à venda. Edifício avaliado em 13,9 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião