Boeing muda nome do 737 Max após desastres

Boeing decidiu deixar cair a designação Max, passando o 737 a chamar-se apenas 737-8.

O 737 Max ganhou má fama depois de dois acidentes que vitimaram mais de três centenas de pessoas, levando as autoridades a obrigarem a que todos os aparelhos ficassem em terra. Agora, a Boeing decidiu mudar-lhe o nome.

Numa altura em que a Boeing está ainda a tentar recuperar da crise provocada pelos desastres com este aparelho, que obrigaram a uma revisão de todas as aeronaves, a fabricante norte-americana tenta dar nova vida ao Max, diz o The Guardian (conteúdo em inglês/acesso livre).

Procurando afastar-se dos acidentes, e na tentativa de atrair novas encomendas numa altura em que o setor da aviação vive uma grave crise por causa da pandemia do novo coronavírus, a Boeing decidiu deixar cair a designação Max, passando o 737 a chamar-se apenas 737-8.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Boeing muda nome do 737 Max após desastres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião