Ryanair vai reajustar operação em Portugal. Fará queixa contra ajuda à SATA

  • ECO
  • 2 Setembro 2020

A companhia aérea low-cost está a considerar descontinuar rotas e reduzir postos de trabalho em Portugal.

A Ryanair vai reajustar a operação em Portugal, tendo em vista descontinuar rotas e reduzir postos de trabalho, adiantou o presidente executivo da empresa, em entrevista ao Expresso (acesso livre). Para além disso, a companhia aérea low-cost irá também avançar com uma queixa contra o apoio estatal à SATA.

A companhia aérea irlandesa está a avaliar a operação em Portugal, sendo que, na decisão, pesa a quebra da procura, bem como as negociações que ainda decorrem com o sindicato da tripulação de cabine e com os aeroportos nacionais, detidos pela ANA. O CEO, Eddie Wilson, insurge-se também contra os apoios estatais às companhias aéreas, aprovados pela Comissão Europeia.

Com o apoio às empresas, “os consumidores vão perder por causa da redução da concorrência. É uma vergonha”, defende. Para combater esta situação, a Ryanair avançou já com queixas contra seis companhias no Tribunal de Justiça da União Europeia. Depois da TAP, a empresa faz também mira à SATA, que viu aprovado um apoio de 133 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ryanair vai reajustar operação em Portugal. Fará queixa contra ajuda à SATA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião