Aviva vende subsidiária de Singapura e ficará com 25% de nova seguradora

  • ECO Seguros
  • 14 Setembro 2020

A Aviva Plc vendeu 75% da subsidiária de Singapura por 1,6 mil milhões de libras esterlinas ao câmbio de junho. Nos termos do acordo, o grupo britânico terá 25% de empresa resultante da transação.

A venda da participação maioritária na Aviva Singapore é objeto de acordo com um consórcio liderado pela Singapore Life Ltd (Singlife) e tem como objetivo a criação de novo líder de seguros na cidade Estado, justifica a instituição em comunicado.

A combinação beneficia da escala da Aviva Singapore com as capacidades inovadoras e focalizadas digitalmente do consórcio adquirente, que inclui ainda a TPG, sociedade privada de capital alternativo global, a Sumitomo Life e outras entidades, detalha o anúncio.

A cessão da Aviva Singapura “é um primeiro passo importante” na nova estratégia da Aviva, agora focada nos mercados do Reino Unido, Irlanda e Canadá. “Conseguimos um excelente valor inicial para os acionistas, mas também mantivemos um investimento num negócio Vida líder em Singapura com um atrativo potencial de crescimento a longo prazo. As receitas da venda irão reforçar ainda mais a nossa posição financeira e aumentar a nossa capacidade de cumprir objetivos estratégicos” afirma Amanda Blanc, CEO do grupo Aviva, citada no comunicado da instituição tricentenária.

A transação (rondando 1,66 mil milhões de euros à taxa de câmbio corrente do dólar local – SGD) supõe pagamento de parte em dinheiro (2000 milhões de SGD), acrescendo dividendos e instrumentos de dívida transacionáveis que a Aviva venderá mais tarde junto de outros investidores. Prevendo-se que o negócio fique concluído em janeiro de 2021, após aprovação das autoridades de regulação e concorrência, a Aviva Plc manterá 25% de participação na entidade resultante do acordo, explica o comunicado.

Nishit Majmudar, atual presidente executivo da Aviva Singapore, será o CEO da nova companhia, que vai operar sob a marca Aviva Singlife, cuja valorização é estimada em cerca de 1,8 mil milhões de libras esterlinas.

No último exercício, a Aviva Singapore realizou lucros líquidos de 83 milhões de libras, contribuindo com 46 milhões para o lucro consolidado da Aviva Plc. No final de junho, o ativo bruto da companhia singapuriana ascendia a 6,6 mil milhões de libras esterlinas, complementa o comunicado.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Aviva vende subsidiária de Singapura e ficará com 25% de nova seguradora

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião