PS e PSD têm 33 presidentes de Câmara no limite de mandato

  • ECO
  • 23 Setembro 2020

Os partidos do bloco central têm 33 presidentes de Câmara que não poderão recandidatar-se nas próximas autárquicas, por terem atingido o limite de três mandatos consecutivos.

Os partidos do bloco central — PS e PSD — têm um total de 33 presidentes de Câmara que não se poderão recandidatar a mais um mandato nas próximas eleições autárquicas, por terem atingido o limite de três mandatos consecutivos.

A contabilização foi feita pelo Público (acesso condicionado), estando em causa, concretamente, 20 socialistas e 13 sociais-democratas. Segundo as contas do jornal, estão também na mesma situação três autarcas eleitos pela CDU e um autarca do CDS.

As próximas autárquicas deverão decorrer no outono de 2021. Já no próximo mês de outubro, o PSD deverá avançar com uma avaliação dos candidatos, depois de ter obtido um dos piores resultados de sempre nas últimas eleições autárquicas em 2017.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PS e PSD têm 33 presidentes de Câmara no limite de mandato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião