“Dia de Cristina” vence a manhã, mas TVI perde para SIC à tarde

As audiências da estreia do novo programa de Cristina Ferreira na TVI estão a surpreender. "Dia de Cristina" venceu a manhã, mas perdeu para Júlia Pinheiro na SIC à tarde.

A estreia do novo programa de Cristina Ferreira na TVI liderou as audiências televisivas na manhã desta quarta-feira. Contudo, o “Dia de Cristina” perdeu para o programa de Júlia Pinheiro na SIC durante a tarde, mostram dados da CAEM a que o ECO teve acesso.

O “Dia de Cristina”, emitido pela TVI durante a manhã, foi o programa que conquistou o maior share de audiências. Mais concretamente, Cristina Ferreira conseguiu uma quota de 31%, contra os 22,8% registados pelo programa “Casa Feliz” da rival SIC.

Mas o cenário muda por completo. Emitido a partir das 16h14, o bloco da tarde do programa “Dia de Cristina” perdeu para a rival SIC. Cristina Ferreira conseguiu 18,5% de share, mas foi ultrapassada por Júlia Pinheiro, que conseguiu um share de 22,4%.

Ainda assim, as novidades que têm sido apresentadas pela estação de Queluz de Baixo estão a dar alguns frutos. O quarto canal venceu o dia com um share de 20,7%, uma distância de 0,3 pontos percentuais da SIC.

Já analisando as audiências por rating, o “Dia de Cristina” aparece apenas na 13.ª posição da lista, alcançando uma audiência média na ordem dos 603 mil telespetadores durante a manhã e 519 mil à tarde.

O ECO contactou fonte oficial da Media Capital, no sentido de obter um comentário aos resultados da estreia da apresentadora. Encontra-se a aguardar resposta.

Cristina Ferreira regressou à TVI este ano, depois de ter transitado para a concorrente SIC no final de 2018. A apresentadora está também em vias de comprar 2,5% do grupo Media Capital à Prisa.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

“Dia de Cristina” vence a manhã, mas TVI perde para SIC à tarde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião