Lisboa regressa aos ganhos. Energia puxa pela bolsa

Lisboa segue a tendência de ganhos da Europa, beneficiando da valorização do setor energético. O BCP toca novos mínimos históricos, enquanto a Cofina baixa da fasquia dos 20 cêntimos.

Após seis sessões consecutiva em queda, Lisboa está de regresso aos ganhos. Praça portuguesa acompanha a tendência positiva da generalidade das praças europeias, beneficiando da valorização dos títulos do setor da energia.

O PSI-20 soma 0,09% para 4.053 pontos, com sete das 18 cotadas em alta, sete em queda e as restantes inalteradas. Está, assim, a recuperar de um ciclo de quedas que atirou o índice de referência do mercado português para os mínimos registados em maio, a mês após o confinamento por causa da Covid-19. Na Europa, o Stoxx 600 soma 0,2%.

A animar a negociação em Lisboa estão os títulos do setor energético, com a Galp Energia a destacar-se ao apresentar uma valorização de mais de 1%. A petrolífera está a beneficiar da recuperação das cotações da matéria-prima nos mercados internacionais.

EDP e EDP Renováveis também seguem em alta, assim como outro dos “pesos pesados” da bolsa nacional, a Jerónimo Martins, que ganha 0,33% para 13,77 euros.

Nota positiva ainda para a Semapa, num dia em que Navigator e Altri estão a registar perdas em torno dos 0,3%.

Do lado das quedas, o destaque vai novamente para o BCP, que continua a tocar mínimos históricos em bolsa. As ações do banco liderado por Miguel Maya seguem a cair 0,97% para cotarem nos 8,19 cêntimos.

A tocar mínimos, mas fora do índice principal, está também a Cofina. A empresa de media continua a perder valor, seguindo a desvalorizar 0,51% para cotar abaixo da fasquia dos 20 cêntimos. Cada ação da dona do Correio da Manhã está a ser transacionada nos 19,4 cêntimos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa regressa aos ganhos. Energia puxa pela bolsa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião