Goldman Sachs sai da estrutura acionista da Sonae Indústria

  • Lusa
  • 2 Outubro 2020

A notificação está relacionada com a “devolução das ações dadas como garantia" à Goldman Sachs International "no contexto de um empréstimo margem”.

O grupo Goldman Sachs deixou a estrutura acionista da Sonae Indústria, na qual tinha entrado em setembro, conforme foi esta sexta-feira comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“A Sonae Indústria, SGPS, SA. informa […] ter recebido, nesta data, da The Goldman Sachs Group, Inc, a comunicação de perda de participação qualificada”, lê-se na informação remetida ao mercado.

Segundo o documento, a notificação está relacionada com a “devolução das ações dadas como garantia pela ODDO BHF SCA à Goldman Sachs International no contexto de um empréstimo margem”.

Antes desta operação, o grupo detinha 2,37% de direitos de voto associados a ações da Sonae Indústria, que é, maioritariamente, detida pela Efanor.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Goldman Sachs sai da estrutura acionista da Sonae Indústria

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião