Legalvision capta ronda Série A de 3 milhões de euros

Financiamento vai servir para a startup apostar na internacionalização europeia. Entrada no mercado espanhol será próximo passo da empresa de software para automatização de processos jurídicos.

A LegalVision fechou uma ronda de financiamento Série A no valor de três milhões de euros, anunciou a startup em comunicado. Com sede em Lisboa, a startup que desenvolve software especializado na digitalização e automatização de processos jurídicos foi investida pela Portugal Ventures e por um fundo de capital de risco francês. Com esta ronda, a empresa quer apostar na internacionalização da sua solução nos mercados europeus.

Fundada em 2015 por Gonçalo Alves, Miguel Figueiredo e Loïc Le Goas, a LegalVision tem no mercado francês a sua maior operação e prepara-se para expandir o negócio para Espanha.

“Esta ronda de três milhões de euros irá permitir-nos continuar a crescer no mercado francês, consolidando a nossa posição atual e ganhando mais quota de mercado, mas o foco será efetivamente na expansão para o mercado espanhol onde procuremos demonstrar a escalabilidade da nossa solução. Após esta etapa em Espanha, procuraremos avançar para outras rondas de capital no sentido de termos meios capazes de replicar e expandir o negócio para outros mercados, como o Reino Unido, Alemanha e Itália”, detalha Gonçalo Alves, cofundador da startup, em comunicado.

O software da Legalvision gere processos jurídicos e automatiza a geração de toda a documentação jurídica, de forma adaptada a cada gabinete de advocacia. A plataforma criada pela startup gera formulários personalizados que automatizam o processo, desde a recolha, à validação e à garantia de informação necessária em cada processo jurídico. Através da tecnologia da empresa, é possível usar a assinatura digital em qualquer ato através desta plataforma.

“Esta solução all-in-one contribui para a sustentabilidade e para a digitalização de um setor que reclama, com urgência, a aplicação de soluções tecnológicas na gestão processual do seu dia-a-dia”, esclarece Rui Ferreira, vice-presidente da Portugal Ventures, sobre o primeiro investimento da gestora de capital de risco na área de legaltech.

Em cinco anos, a LegalVision levantou duas rondas de investimento, pre-seed e seed, de 500 mil e um milhão de euros, respetivamente. A primeira ronda foi liderada pelo fundo português Bynd Capital e pelo fundo francês Hemera Ventures e a segunda ronda por outro fundo de investimento em capital de risco francês.

Com a pandemia, a startup continuou a aumentar o número de clientes e regista, desde o início do ano, uma taxa de crescimento médio de 10% por mês. “O período de confinamento, veio demonstrar que a nossa solução responde às necessidades de organização do trabalho remoto dos gabinetes de advocacia. Temos assistido a um aumento das nossas taxas de crescimento de novos clientes durante este período, o que é, sem dúvida, uma validação da nossa visão sobre o futuro da profissão jurídica”, refere Gonçalo Alves.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Legalvision capta ronda Série A de 3 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião