Apple acelera 3% com mercado à espera do iPhone 12

Índice Nasdaq avança mais de 1% com as ações da Apple a acelerarem mais de 3% perante a expectativa de que Tim Cook apresente amanhã o novo iPhone com capacidade 5G.

Wall Street mantém-se em terreno positivo há quatro sessões consecutivas perante o otimismo dos investidores em relação a um acordo entre a Administração Trump e os democratas em relação a medidas de estímulo orçamental. O Nasdaq avança mais de 1% com as ações da Apple em grande destaque: a tecnológica agendou um evento especial para esta terça-feira e os analistas acreditam que vem aí um novo iPhone com capacidade 5G.

As ações da Apple estão a subir 3,22% para 120,80 dólares e dão um forte impulso ao índice tecnológico Nasdaq, que ganha 1,48% para 11.750,20 pontos. No arranque da sessão em Nova Iorque, também os outros dois índices de referência estão em alta, com o S&P 500 e o Dow Jones a somarem 0,83% e 0,46%, respetivamente.

Desde quarta-feira da semana passada que as bolsas americanas estão em alta, uma subida suportada pelo otimismo do mercado com a possibilidade de haver mais estímulos à economia por causa da crise pandémica. Este domingo, a Casa Branca pediu ao Congresso para aprovar uma série de medidas de apoio a empresas e famílias, mas há alguma resistência porque os democratas pretendem um plano mais amplo.

“Trump está a cair nas sondagens e parece desesperado em ter um acordo, por isso ou teremos um acordo em breve ou os democratas poderão ter aqui uma vitória decisiva para as urnas e, em último caso, ter um acordo para um pacote de estímulos ainda maior”, resumiu Marios Hadjikyriacos, da corretora XM, citado pela Reuters.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Apple acelera 3% com mercado à espera do iPhone 12

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião