Apoios de 25 milhões a empresas destruídas ainda estão por executar

  • ECO
  • 15 Outubro 2020

Foram aprovados mais de 105 milhões de euros em apoios às empresas afetadas pelos incêndios em 2017. Contudo, só 80 milhões foram realmente entregues.

Depois dos incêndios de 2017, o Governo criou um programa de apoio às empresas afetadas. Mas, dos 105 milhões de euros em ajudas aprovadas, apenas 80 milhões foram efetivamente entregues. De acordo com o Público (acesso condicionado), continuam, assim, por executar, cerca de 25 milhões de euros.

Chama-se Repor, é um programa de apoio à reposição da capacidade produtiva das empresas, que ficaram destruídas pelos incêndios de outubro de 2017. No total nacional, dos 105,76 milhões de euros aprovados em apoios, ainda há 25,6 milhões que continuam por pagar, sendo que, dependendo das zonas do país, o dinheiro tem chegado às empresas a ritmos diferentes.

É na região Centro, contudo, que se somam mais projetos: 372, num total de 103,65 milhões de euros aprovados, dos quais 79,22 milhões já foram pagos. No Norte contam-se apenas oito empresas com 2,11 milhões de euros em apoios aprovados, faltando ainda pagar 1,16 milhões de euros. As empresas recebiam 20% das verbas do projeto em adiantamento, mas depois tinham de apresentar faturas para serem reembolsadas, mas com a pandemia muitas estão a reavaliar os investimentos previstos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Apoios de 25 milhões a empresas destruídas ainda estão por executar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião